Muitas vezes as empresas se deparam com a necessidade de trocar o contador. Veja como é feito esse processo e quais os passos a serem seguidos.

Há muitas razões pelas quais uma pequena empresa pode achar que trocar o contador é o curso de ação certo. O processo de troca é, na verdade, relativamente simples.

Quando as empresas procuram mudar seus contadores, geralmente é devido ao crescimento e à mudança de seus negócios, ou devido a insatisfação com serviços prestados.

Antes de trocar o contador é recomendado que seja feita uma avaliação prévia dos motivos da insatisfação e dos contadores disponíveis a fim de sanar os problemas existentes.

Trocar o contador – considerações

Para quem quer trocar o contador alguns pontos a serem considerados são os seguintes:

  • Valor

Se a preocupação principal é não estar obtendo o nível de serviço pelo qual está pagando é recomendado realizar algumas pesquisas e verificar se é possível obter um melhor acordo e nível de serviço em outro lugar antes de tomar qualquer decisão.

Como parte da prestação de um bom serviço, os contadores devem sempre estar à frente do jogo. É inaceitável pedir que o cliente largue tudo para se apressar em uma declaração de imposto de renda, por exemplo.

  • Entendimento das necessidades do negócio

É fundamental que o contador compreenda completamente o que o cliente, como empresa, precisa deles e de seus planos para crescimento futuro. Um mal-entendido pode resultar em um desalinhamento e acarretar em prejuízo.

Muitas empresas possuem nichos altamente individualizados ou querem serviços muito específicos e ter um contador especializado pode ser a melhor escolha.

  • Tamanho da empresa

O crescimento dos negócios é uma das maiores razões para trocar o contador. Ao primeiro sinal de que as contas da empresa estão ficando muito complexas para os contadores atuais lidarem, é hora de procurar outro lugar.

Pontos a considerar ao trocar o contador

  • Momento

Alterar os contadores não deve ser um processo apressado. Depois de tomar a decisão, é preciso pensar com cuidado no momento mais apropriado para a troca. Idealmente, ela deve ocorrer quando houver o mínimo de atividade possível.

  • Não deixar processos pendentes

É preciso garantir que toda a responsabilidade financeira tenha sido cumprida, e todas as contas tenham sido pagas e que nenhuma das partes esteja aguardando uma ação ou pagamento. As disputas por taxas não pagas são a ameaça mais comum e significativa à transferência tranquila dos negócios.

O processo de mudança de contador

É importante que todo o processo seja conduzido com transparência e clareza ao trocar o contador. Por isso, o primeiro passo é comunicar ao contador antigo a decisão tomada e estabelecer prazos para a troca e repasse de documentos e informações pertinentes;

Os contadores atuais precisarão fornecer detalhes do trabalho que eles tiverem concluído até o momento da troca, incluindo datas e informações importantes. Isso é conhecido como carta de desligamento e é um documento profissional.

O novo contador também precisará escrever para o contador anterior. Nesta carta, eles solicitarão autorização profissional e qualquer documentação relevante.

Eles também perguntam se existe algum motivo para não aceitar a empresa interessada como cliente – isso é uma formalidade e geralmente não causa problemas.

Se o contador cessante tiver motivos para recusar a transferência das contas e que envolvam comportamento antiético ou ilegal, o cliente deverá permitir que eles discutam isso com o novo contador.

No entanto, se a alegação feita é injusta, o assunto precisará ser discutido. Alegações sérias como essa não podem ser simplesmente ignoradas. Trocar o contador pode dar algum trabalho, mas é um processo simples e muitas vezes inevitável.

Deixe uma resposta

Fechar Menu